— Voltar para todos episódios

Comida Sem Filtro #28 – Ultraprocessados: devemos eliminar?

Seja avisado sempre que sair um novo episódio e receba as referências no seu e-mail.

Os alimentos ultraprocessados representam 10% da ingestão calórica na Itália e 50% no UK. Em crianças foi de 61% para 67% nas últimas duas décadas. Segundo o IDEC, no Brasil o consumo desses alimentos saltou de 9% para 16% durante a pandemia na faixa etária de 45 a 55 anos. Sabemos que estão associados à obesidade e a doenças, mas será que todos os ultraprocessados são iguais?

Para ser avisado sobre cada novo episódio e receber os links das matérias mencionadas e as referências bibliográficas por e-mail, cadastre-se gratuitamente em drsouto.com.br/podcast

Conheça também o Podcurso Low-Carb da Teoria à Prática em https://drsouto.com.br/podcurso/ 

Referências e links citados no episódio:

  • Eliminate or reformulate ultra-processed foods? Biological mechanisms matter – PubMed – Clique aqui

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Episódios anteriores

Receba no seu e-mail

Seja avisado sempre que sair um novo episódio e receba as referências no seu e-mail.