Low-carb mata?

Como um estudo que mostrou que japoneses tabagistas, etilistas e obesos morrem mais virou um estudo dizendo que low-carb faz mal.

Low-carb, diabetes e mortalidade

Como o estudo não é um experimento, o que os autores tentaram fazer foi, revendo as respostas dos questionários de frequência alimentar que estes indivíduos respondiam periodicamente, separar aqueles que adotaram (por conta própria) uma dieta low-carb moderada (39% de carboidratos – ou seja, bem moderada) versus os que continuaram comendo de acordo com as diretrizes (60 inacreditáveis por cento de carboidratos – lembrando que são diabéticos). O principal achado é que, em pacientes diabéticos tipo 2 que passaram a adotar uma dieta mais pobre em carboidratos, foi constatada uma menor mortalidade por todas as causas.

This post is only available to members.

Comece digitando para ver os posts que procura.
Loja
0 item Carrinho
Minha conta